quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

SAÚDE, DESENVOLVIMENTO SOCIAL E SUSTENTABILIDADE


AULA INAUGURAL DO ANO LETIVO DE 2009
DA ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA SERGIO AROUCA (ENSP/FIOCRUZ)
“SAÚDE, DESENVOLVIMENTO SOCIAL E SUSTENTABILIDADE”
Data: 9 de março de 2009
Horário: 10h
Local: Auditório térreo da ENSP. Rio de Janeiro - RJ
Mais informações:
Site: http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/evento/index.php?id=10921

MOVIMENTO DE MULHERES E CONSTRUÇÃO DA IGUALDADE

IHU IDÉIAS
"MOVIMENTO DE MULHERES E CONSTRUÇÃO DA IGUALDADE"
Data: 5 de março de 2009
Horário: 17:30 às 19h
Local: Sala 1G119. Instituto Humanitas (IHU). UNISINOS
Av. Unisinos, 950. Cristo Rei. São Leopoldo - RS
Mais informações:
Telefone: (51) 3591-1122

ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

SEMINÁRIO CONSTRUIR LAÇOS DE PROTEÇÃO
“Enfretamento da violência contra a pessoa com deficiência intelectual”
Data: 26 de março de 2009
Horário: 8:30 às 12h
Local: Auditório Joseph Safra. APAE DE SÃO PAULO
Rua Loefgreen, 2109. Vila Clementino. São Paulo - SP
Mais informações:
Telefone: (11) 5080-7000
Site: http://www.apaesp.org.br/NossosEventos.aspx?id=85

LANÇAMENTO DO LIVRO "O GUARDIÃO DO TESOURO PERDIDO"

LANÇAMENTO DO TERCEIRO LIVRO DE JACKSON FELIPE REIS
“O GUARDIÃO DO TESOURO PERDIDO”
Data: 18 de março de 2009
Horário: 15h
Local: Sede da AACD/RS. Porto Alegre - RS

O escritor de apenas 15 anos, que possui um tipo de deficiência física congênita caracterizada por um desvio da coluna vertebral, além de escrever livros já publicou poesias e crônicas na Coletânea do VI Concurso Estudantil de Literatura (2007) e participou de uma coluna de crônicas no Jornal de sua cidade, Gravataí - RS.

Jackson foi paciente da AACD até os treze anos onde teve seus primeiros contatos com o computador e pedagogia. O garoto é um exemplo de superação: “Minha vida é uma prova de que nenhuma diferença física, mental, moral ou social representa um obstáculo para a realização dos nossos sonhos” .

Mais informações:
Telefone: (51) 3382-2223
E-mail: gbalsan@aacd.org.br

SEMANA DA MULHER DA CATÓLICA


7ª EDIÇÃO DA SEMANA DA MULHER DA CATÓLICA
"Mulher clamando justiça em busca de paz"
Data: 2 a 6 de março de 2009
Local: Universidade Católica de Pernambuco.

Um painel sobre a Lei Maria da Penha e apresentações culturais irão marcar o encerramento da 7ª edição da Semana da Mulher da Católica. A programação inicialmente prevista para a última sexta-feira (6 de março) foi transferida para esta segunda-feira (9 de março) em função do feriado da Data Magna de Pernambuco. Os debates sobre a Lei que deixou mais rígida a punição para os homens agressores de mulheres começa às 9h, no auditório G 1.

Também a partir das 9h, corais infantis das Escolas Municipais André Melo e Dom Helder Camara irão se apresentar ao público que passar pelo térreo do bloco A, em frente à Divisão de Ação Pastoral. Os shows serão alternados com as performances do grupo de Hip Hop da ONG Mirim Brasil Parlamento Jovem. Às 19:30, no auditório G1, haverá um recital de poesia com Cida Pedrosa, Suzana Morais e Ceci Avelar. Logo em seguida, o grupo Mandacaru da Unicap apresentará o show Palavras de Paz.

Mais informações:
Telefone: (81) 2119-4238, (81) 2110-4146
Site: http://www.unicap.br/eventos/mulher/mulher.html

SEMINÁRIO INTERNACIONAL POLÍTICAS DE SAÚDE E PROTEÇÃO SOCIAL

SEMINÁRIO INTERNACIONAL POLÍTICAS DE SAÚDE E PROTEÇÃO SOCIAL
Data: 11 e 12 de março de 2009
Local: Salão Internacional da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP)
Rua Leopoldo Bulhões, 1480. Manguinhos. Rio de Janeiro - RJ
Mais informações:
Telefone: (21) 2598-2525
E-mail: dcs@ensp.fiocruz.br
Site: http://www.ensp.fiocruz.br/eventos_novo/dados/folder_sem_politicas_saude.jpg

DISFUNÇÕES VISUAIS E REABILITAÇÃO

CURSO DISFUNÇÕES VISUAIS E REABILITAÇÃO
Data: 20 e 21 de março de 2009
Local: Anfiteatro Banco Itaú
Av. Prof. Ascendino Reis, 724. Vila Clementino. São Paulo - SP
Maiores informações:
Telefone: (11) 5576-0612
Site: www.aacd.org.br

CURSO DE FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES DOS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

CURSO GRATUITO DE FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES DOS DIREITOS
DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA JÁ TEM DATA CONFIRMADA


Destinado a líderes comunitários e pessoas com deficiência, o curso começa em março, com aulas ministradas na sede do Instituto Paradigma

De 25 de março a 17 de abril, o Instituto Paradigma abre seu espaço para a primeira turma do curso de formação de Multiplicadores dos Direitos das Pessoas com Deficiência, realizado em parceria com a CORDE (Coordenadoria Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência). Gratuito, o curso destina-se preferencialmente a lideranças comunitárias e pessoas com deficiência, com o objetivo de que se transformem efetivamente em multiplicadores dos conteúdos junto aos seus bairros e regiões.

Em linguagem simples e acessível, as aulas abordarão Direitos Sociais e Humanos, construindo a cidadania; Direitos da Pessoa com Deficiência, conhecendo a legislação social; Espaços de participação e exercício de Direitos, vivenciando a cidadania; Inclusão digital, exercitando a Comunicação; Conceito de Multiplicação. Serão ministradas por consultores do Instituto Paradigma e por palestrantes convidados, como a presidente do Centro de Vida Independente Araci Nallin (CVI - AN) Flávia Vital, a presidente do CONDEF (Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência) Karina Palma de Moura, e o Conselheiro da organização não-governamental Movimento Voto Consciente, Humberto Dantas.

A turma será formada com 25 pessoas, com aulas as terças e quintas-feiras, das 19 às 22h e aos sábados, das 8 às 13h. Excepcionalmente, nos dias 15 e 17 de abril, o horário será ampliado em 30 minutos, para cumprimento da carga horária.

Os interessados devem confirmar sua inscrição pelo site do Instituto Paradigma (www.institutoparadigma.org.br) ou pelo telefone (11) 5090-0075. O Instituto fica na Rua Texas, 455, Brooklin Novo.

Curso de Formação de Multiplicadores dos Direitos das Pessoas com Deficiência
Data: 25 de março a 17 de abril de 2009
Horário: 3ª e 5ª feiras, das 19h às 22h, e aos sábados, das 8h às 13h
Local: Instituto Paradigma (Rua Texas, 455. Brooklin Novo). São Paulo - SP
Telefone: (11) 5090-0075
Site: http://www.institutoparadigma.org.br/site/noticias.asp?id=672

DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN


INCLUSÃO PARA A AUTONOMIA

DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN 2009



Prezados (as),

Estamos iniciando a divulgação dos evento do Dia Internacional da Síndrome de Down e do aniversário de 50 anos da descoberta da trissomia do cromossomo 21.

Esse é o primeiro envio, com as atividades já confirmadas, mas outros eventos estão sendo marcados e serão adicionados na divulgação.Estamos aguardando a programação da sua associação, instituição ou grupo.

Não deixe para a última hora, comece a se preparar agora e participe das comemorações na sua cidade e caso não tenha ainda nada marcado, entre em contato com as associações da sua cidade ou fale conosco pelo e-mail presidentefbasd@gmail.com

Vamos convidar nossas famílias e amigos e fazer com que todas as comemorações contribuam para a inclusão plena das pessoas com síndrome de down na sociedade.

Se quiser ser nosso parceiro ou apoiar os nossos eventos, entre em contato.

Um abraço,

Claudia Grabois
Presidente da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down
http://fbasd.blogspot.com/



INCLUSÃO PARA A AUTONOMIA - Dia Internacional da Síndrome de Down 2009


O Dia Internacional da Síndrome de Down foi proposto pela Down Syndrome International como o dia 21 de Março, porque esta data se escreve como 21/3 (ou 3-21), o que faz alusão à trissomia do 21.


A primeira comemoração da data foi em 2006 e, nesse ano a comemoração coincide com os 50 anos da descoberta da trissomia do cromossomo 21 pelo Dr Jerome Lejeune.

INCLUSÃO PARA A AUTONOMIA resume para o que trabalhamos, esperamos e devemos oferecer aos nossos filhos, filhas e parentes com Síndrome de Down. Um ano depois da ratificação da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, reafirmamos o direito à Inclusão Social plena de todas as pessoas. Inclusão essa garantida pela lei e que deve ser exercida e cumprida pelos governos e por toda a sociedade.

A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down ,suas associadas,instituições e grupos parceiros, organizarão uma semana de eventos em todo o Brasil em comemoração a data, aproveitando para difundir ainda mais o conceito de inclusão que leva à autonomia. Inclusão plena de todas pessoas com síndrome de down na sociedade, desde o nascimento e em todos os lugares é o que queremos e estaremos propagando durante essa semana


BRASÍLIA

A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down-FBASD, convida todas as suas associadas, instituições e famílias, para Sessão Solene na Câmara Federal em Brasília, a se realizar no dia 30 de março de 2009 às 10h.


A FBASD convida a todos para a inaguração do Corredor Cultural, com exposição de arte e cultura e material de divulgação das associações, no dia 30 de março de 2009 às 18:30 na sede da Federação em Brasília.


A FBASD convida a todos e todas para participarem dos eventos de seus Estados em comemoração ao dia internacional, convidando amigos e a sociedade em geral. Vamos aproveitar essa data para promover uma festa inclusiva,reunindo pessoas com e sem síndrome de down e brindando à inclusão. Inclua-se e seja bem vindo!

Associação DFDown

Data: 16 de março de 2009 - Exposição de pinturas e fotografias feitas por artistas com síndrome de Down. Horário: 19:30. Local: Museu Nacional e Biblioteca Nacional.

Data: 17 de março de 2009 - Exibição do filme do "luto à luta" com debate e elaboração de documento. Horário: 9h. Local: Universidade Católica de Brasília.

Data: 18 de março de 2009 - Fórum de Discussão - Cromossomo XXI - 50 anos depois. Horário: 8h às 17:30. Local: Auditório dois Candangos - UNB - Brasília.

Data: 19 de março de 2009 - Sessão Solene em comemoração ao Dia Internacional da síndrome de Down e 50 anos da descoberta da trissomia no cromossomo XXI. Horário: 19h. Local: Câmara Legislativa do Distrito Federal - CLDF.


Data: 20 de março de 2009 - Palestra: "Os avanços das pessoas com síndrome de Down" - Dra. Elivra Garcez. Horário: 11h. Local: Hospital das Forças Armadas - HFA.

Data: 21 de março de 2009 - Caminhada em comemoração ao Dia Internacional da síndrome de Down e aos 50 anos da descoberta da trissomia no Cromossomo XXI. Horário: 9h. Local: Parque da Cidade - Brasília.


RIO DE JANEIRO


Instituto Meta Social, Sociedade Síndrome de Down, Forum de Inclusão Permanente-UERJ, Grupo RJDown, Projeto Rio Down, Rede Inclusiva e parceiros.

Caminhada Inclusiva em comemoração ao dia internacional da Síndrome de Down e aos 50 anos da descoberta da trissomia do cromossomo 21. "Inclusão para a Autonomia". Data: 22 de março de 2009. Horário: 9h. Local: Praia de Ipanema. Rio de Janeiro.

Sessão Solene na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down e aos 50 anos da trissomia do cromossomo 21. "Inclusão para a Autonomia" Apoio: Comissão de Direitos Humanos da ALERJ. Data: Data: 24 de março de 2009. Horário: 18h.

Encontro do Forum de Inclusão Permanente em homenagem ao Dia Internacional da Síndrome de Down na UERJ. Tema:Inclusão para a autonomia. Encontro na secretaria municipal da pessoa com deficiência do Município de Caxias.


ITABUNA - BAHIA

Pogramação do Aprendendo Down (Programa de Educação Continuada da UESC) comemorando o Cinquentenário do Prof. Jerôme Lejeùne e o Dia Mundial pela Síndrome de Down

Data: 23 de março de 2009.
Local: No Auditório Paulo Souto da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Ilhéus - BA
Horários:
17h - Boas Vindas - Pró-Reitoria de Extensão da UESC
17:15- - Profa. Celia Kalil Mangabeira - Presidente do Núcleo Aprendendo Down-Conhecendo mais o Prof. Jerôme Lejeùne.
17:30 - Profa Maria Tereza Mantoan: ''Uma Escola das Diferenças e não uma Escola para os Diferentes"
20h - Ballet da Academia Corpore - Direção das Profas Dayse Batista e Lidamara Bonfim - Psiquê, A lenda do Amor. Participação do Aprendendo Down. Crianças: A dança das bailarinas (Símbolo Pureza e Amizade). Adolescentes: Salsa (Alegria e Amizade)

Data: 21 de março de 2009 - Caminhada pelo Centro de Itabuna. "Inclusão para Autonomia". Acredite na Trissomia!!


SÃO PAULO

Carpe Diem, ADID, Instituto Meta Social, Grupo Happy Down, Associação das Voluntárias do HIDV

Sessão Comemorativa Dia Internacional da Síndrome de Down Câmara Municipal de São Paulo
Data: 19 de março de 2009.
Horário: 19:30
Local: Palácio Anchieta. Viaduto Jacareí, 100. Bela Vista. São Paulo - SP

SIMPÓSIO DE SÍNDROME DE DOWN: CINQUENTENÁRIO DA TRISSOMIA DO 21 "Inclusão para a Autonomia
Data: 21 e 22 de março de 2009
Local: Secretaria do Estado do Direito da Pessoa Deficiente (anexo ao Memorial da América Latina). Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564. Portão 10 (Antigo bloco Parlatino). Barra Funda. São Paulo - SP
Mais informações:
Telefone: (11) 2537-0557

Sessão Solene na Assembléia Legislativa-ALESP, em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down e aos 50 anos da descoberta da trissomia do cromossomo 21. "Inclusão para a Autonomia"
Data: 30 de março de 2009
Horário: 19h
Local: Av. Pedro Álvares Cabral, 201


TABOÃO DA SERRA - SÃO PAULO

Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência. lestra em Comemoração ao DIA INTERNACIONAL DA SINDROME DE DOWN, com o Tema "INCLUSÃO PARA A AUTONOMIA," Fábio Adiron. Data: 20 de março de 2009. Horário: 14h. Local: Associação dos Deficientes de Taboão da Serra - ADT (Rua Ida Romussi Gasparinete, 126. Parque Laguna. Taboão da Serra - SP)


FORTALEZA

1. Audiência Pública na Assembléia Legislativa. Tema: "Inclusão para Autonomia e o Direito das Pessoas com Síndrome de Down ao Ensino Regular nas Escolas Públicas e Privadas".

Data provável: 18 de março de 2009. Apresentações de jovens com SD sobre suas experiências escolares; serão convidados o Ministério Público Estadual (Promotoria de Defesa da Educação e Promotoria de Defesa do Idoso e do Portador de Deficiência), Secretaria Estadual de Educação, Secretaria Municipal de Educação, Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará - SINEPE/CE, Associação Cearense de Pequenas e Médias Escolas - ACEPEME, Associação de Educação Católica do Ceará, CEDEF e entidades ligadas às pessoas com deficiência intelectual (Pro-Down, Existir, UniversoDown, MPcD, APAE, Pestallozzi, Instituto Moreira de Souza, Recanto Psicopedagogico, etc.)

2. Seminário para pais de pessoas com deficiência: "Direitos das Pessoas com Deficiência"
Data provável: 20 de março de 2009. Horário: 14h às 17h. Local: Auditório do edifício-sede da ECT (Rua Sen. Alencar, 38. Centro)

3. Cortejo Inclusivo do Maracatu Solar
Data: 21 de março de 2009, saindo às 16h da sede do Maracatu (Av. da Universidade, 2333) e seguindo até a Praça da Gentilândia, na Av. 13 de Maio.

4. Sessão Extraordinária na Câmara dos Vereadores de Fortaleza: "Inclusão para a Autonomia"

CURITIBA

Inclusão para a Autonomia
Data: 21 de março de 2009
Local: Quiosque no calçadão central de Curitiba (Rua XV de Novembro), com exposição de quadros e distribuição de folhetos sobre a Síndrome de Down.

Mais informações sobre a Programação no Brasil:
E-mail: presidentefbasd@gmail.com

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

GLÚTEN E OBESIDADE, A VERDADE QUE EMAGRECE


LIVRO "GLÚTEN E OBESIDADE, A VERDADE QUE EMAGRECE"


O novo livro "Glúten e Obesidade, a verdade que emagrece" é surpreendente!

É o relato de como um problema de saúde levou às pesquisas e a uma descoberta fantástica: o agente causador do quadro de obesidade e outros males. Saiba sobre o caminho e a remissão destes problemas e porque essas informações podem mudar a sua vida!!!

Regina Racco teve o apoio da Dra. Elenise Corbari, que enriquece o livro com a parte nutricional.

Mais informações:
Telefone: (51) 3286-4914, (51) 9271-9667

SEMINÁRIO EM SAÚDE DA MULHER

SEMINÁRIO ESTADUAL EM SAÚDE DA MULHER
I MOSTRA DE EXPERIÊNCIAS BEM-SUCEDIDAS EM SAÚDE DA MULHER
Data: 8 a 10 de março de 2009
Local: Centro de Convenções Rebouças (Av. Rebouças, 600. Cerqueira César). São Paulo – SP
Mais informações:
Telefone: (11) 3066-8000
Site: http://www.saude.sp.gov.br/content/hileslotro.mmp

PRÁTICAS DE INCLUSÃO NO ENSINO SUPERIOR


1º SEMINÁRIO DE PRÁTICAS DE INCLUSÃO NO ENSINO SUPERIOR
Data: 17 e 18 de março de 2009
Local: Universidade Metodista de Piracicaba – Campus Taquaral
(Rodovia do Açúcar Km 156). Piracicaba - SP
Mais informações:
Telefone: (19) 3124-1592

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

PREMIO SENTIDOS: 2ª EDIÇÃO

PREMIO SENTIDOS - 2ª EDIÇÃO


Conheça os 10 classificados de cada categoria e informações sobre o evento e a premiação

Saíram os finalistas da 2ª Edição do Premio Sentidos

A segunda edição do Premio Sentidos apresentou um número de inscritos 25% superior à primeira edição realizada em 2007.

O Premio Sentidos tem o objetivo de divulgar e reconhecer as histórias de superação de pessoas com deficiência e mostrar as realizações em prol da inclusão social e econômica desenvolvidas por instituições do terceiro setor, empresas e poder público. O Premio é uma iniciativa da Revista Sentidos, AVAPE, Instituto Ressoar, Rede Record de Rádio e Televisão, e com o apoio da Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, ADVB - Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, Editora Escala, Grupo Cipa ( REATECH ), Revista Reação, The Key, Net Cidade e Trama Comunicações.

Nesta segunda edição praticamente todos os critérios de avaliação e categorias participantes foram mantidas, com uma única diferença que é a introdução do Júri Popular que irá eleger, através de uma votação pelo site www.sentidos.com.br o caso preferido da maioria entre os três finalistas de cada categoria.

No total foram 636 inscrições recebidas pela internet, por carta e até mesmo de forma pessoal, nas 6 categorias disponíveis para participação do público, vindos de 13 estados da federação. Assim como na primeira edição, a categoria que teve maior adesão foi a Gente como a Gente, seguida por Talentos Especiais com destaque para Artes e Esportes. As pessoas com deficiência física foram o maior grupo por tipo de deficiência, totalizando mais de 2/3 do total de participantes. Um outro fator que chamou à atenção nesta oportunidade foi uma significativa redução do número de instituições do terceiro setor.

As próximas etapas:
- Dia 10 de março serão divulgados os 3 vencedores de cada categoria;
- Dia 11 de março terá início a votação do Júri Popular através do site www.sentidos.com.br
- Dia 17 de março a Comissão Julgadora se reunirá na sede da Secretaria Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência para apontar a colocação dos vencedores;
- Dia 04 de Abril acontecerá a cerimônia de entrega do Premio Sentidos com a participação dos 3 vencedores de cada categoria.

O evento de premiação está marcado para o dia 04 de abril de 2009 a partir das 19 horas no Pavilhão Imigrantes durante a realização da REATECH, maior feira de reabilitação e inclusão de pessoas com deficiência da América Latina. Para mais informações sobre a feira e fazer sua inscrição gratuita acesse o site www.feirasnacipa.com.br/reatech

Mais informações:

UM ENCONTRO COM A DEFICIÊNCIA SOCIAL

UM ENCONTRO COM A DEFICIÊNCIA SOCIAL


Fui assaltado por um menino de 4 anos que ainda não sabe falar mas já sabe assaltar. Não é por isso, contudo, que desfiarei um corolário de rabugices do tipo "a que ponto chegamos", "o que mais falta acontecer?" ou o clássico "em que mundo estamos?". Não farei isso porque esse é o tipo de constatação que só faz chover no molhado e não traz luz alguma a qualquer tentativa de compreensão dos fatos ou de análise, mas que comporta num desolamento passivo que acompanha desde sempre a miséria e que, entretanto, não chega a lhe desvelar de todo nem alivia sequer parcialmente as suas chagas. Além do quê, isso diz muito pouco sobre o que quero dizer a respeito do fato de que fui assaltado por um menino deficiente de 4 anos de idade, que ainda não sabe falar. É possível esperar que esse mesmo menino venha a expressar-se através das palavras e perceber seus siginificados se precisou aprender a assaltar antes de aprender a pedir? Se recebeu ao invés da compreensão que deve existir no substrato de qualquer família a violência gerada pela necessidade extrema? Se talvez experimente a sensação de matar antes mesmo de entender a razão de estar vivo e pertencer a este mundo? Por si só, isso pode parecer ser terrível o bastante mas, mesmo esse terror, por petrificante que seja, obscurece o fato de que talvez, para esta criança, o tanto de habilidades comunicativas de que ela dispõe neste momento seja o suficiente para a complexidade da vida que pode ainda lhe restar a viver. (...)

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

CAMPANHA NACIONAL VAI PROMOVER A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

CAMPANHA NACIONAL VAI PROMOVER A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

A Secretaria Especial de Direitos Humanos lançou hoje (12) a campanha publicitária nacional pela inclusão de pessoas com deficiência – Iguais na Diferença. O filme da campanha se utiliza simultaneamente de três recursos de acessibilidade: áudio-descrição, legendas e Libras (Língua Brasileira de Sinais).A campanha será disponibilizada a todas as redes de TV e cadeia de cinemas. Segundo o ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, a campanha elevará o patamar das discussões sobre o tema.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 10% da população mundial possui algum tipo de deficiência. No Brasil o número é muito significativo, existem cerca de 25 milhões de pessoas que possuem algum tipo de deficiência. Para o ministro, os números evidenciam que não estamos falando de uma minoria e sim de uma maioria que merece ter acesso a todos os seus direitos.

Segundo a coordenadora nacional de Integração da Pessoa com Deficiência, responsável pela campanha, Izabel Maior, o filme mostra um mundo um pouco adiante, uma sociedade inclusiva, onde foram retiradas as barreiras construídas culturalmente.

“A campanha usa legendas, libras e áudio-descrição, uma ferramenta nova. Quando se aperta a tecla SAP [Second Audio Program] da TV entra uma narrativa de fundo para que as pessoas cegas que estão acompanhando possam saber o que acontece. Ela tem tudo que a nossa legislação determina”, disse.

Izabel Maior explica que as pessoas com deficiência, cada vez mais, participam da vida de seu país, mas é necessário trabalhar com toda a sociedade, dos empresários para que ofertem mais empregos aos professores para que estejam preparados para lidar com todos os tipos de alunos”, afirmou.

Durante o lançamento da campanha, foi realizada a cerimônia de posse dos novos integrantes do Conselho Nacional dos Direitos de Pessoa com Deficiência (Conade). O conselho é um órgão deliberativo e de natureza paritária, sendo 50% sociedade civil e 50% governo.

Vannuchi afirmou que é por meio da participação da sociedade civil que muitas mudanças são feitas. “A agenda social do presidente Lula para este ano inclui a construção dezenas de oficinas de órtese e prótese, conjuntos habitacionais com acessibilidade, infra-estrutura e transporte adequado, educação inclusiva e o trabalho da empregabilidade”, disse.

O ministro destacou também vitórias recentes como a aprovação da convenção da ONU dos Direitos da Pessoa com Deficiência. “Agora todas as políticas públicas de saúde, educação e emprego, tem que levar em conta as definições da convenção da ONU, equivale ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Levaremos ao Legislativo e faremos debates em cinco regiões do país para aperfeiçoar o marco do estatuto”, informou.

O novo conselheiro do Conade e representante da Federação das Fraternidades Cristãs de Pessoas com Deficiência (FCD-Brasil), Celso Zoppi, de 53 anos, que é deficiente físico, conseqüência de um acidente automobilístico que sofreu há 30 anos, disse que o Brasil obteve avanços na área dos direitos das pessoas com deficiência nesses 30 anos, mas que ainda há muito o que fazer.

“De lá pra cá houve avanços, mas os empresários e as cidades não despertaram para a necessidade de inclusão. Faltam rampas, há dificuldade de acesso aos locais públicos e a barreira da comunicação ainda não foi superada. O Conade tem condições de ouvir os deficientes, definir políticas e lutar efetivamente pelos nossos direitos. Muito o que foi conquistado deve-se à pressão das entidades de deficientes”, afirmou.
Lisiane Wandscheer
Repórter da Agência Brasil

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

III CURSO DE GERIATRIA PARA O CLÍNICO

III CURSO DE GERIATRIA PARA O CLÍNICO
Data: 13 e 14 de março de 2009
Local: Golden Tulip Paulista Plaza (Alameda Santos, 85). São Paulo - SP
Mais informações:
Telefone: (11) 3849-0099, (11) 3044-1339
E-mail: sbcm_sp@terra.com.br
Site: http://www.clinicamedicaonline.com.br/abertura1.htm

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

BIBLIOTECA DA AMÉRICA LATINA


BIBLIOTECA VIRTUAL DA AMÉRICA LATINA


A Fundação Memorial da América Latina lançará, no dia 13 de fevereiro de 2009, a Biblioteca Virtual da América Latina (BV@L): http://www.bvmemorial.fapesp.br

O projeto, que conta com apoio da FAPESP, traz já no início informações da coleção de vídeos e do acervo bibliográfico da Biblioteca Latino-Americana Victor Civita, cujo acervo especializado em artes e humanidades tem mais de 25 mil registros.

Assim como a Biblioteca Virtual do Centro de Documentação e Informação da FAPESP (BV-CDi), a BV@L utiliza a tecnologia BVS (Biblioteca Virtual em Saúde), desenvolvida pelo Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme).

Mais informações:
Site: http://www.agencia.fapesp.br/materia/10089/especiais/biblioteca-virtual-da-america-latina.htm

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

OFICINA DE TRADUÇÃO DO HINO NACIONAL PARA LIBRAS

OFICINA DE TRADUÇÃO DE HINO NACIONAL PARA A LÍNGUA DE SINAIS
Data: 18, 19 e 27 de fevereiro de 2009
Local: ULBRA Canoas. Prédio 1, sala 217. Canoas - RS
Horário: 19:15 às 22:15
Mais informações:
Telefone: (51) 3477-9091
E-mail: viniciusmartinsf@gmail.com
Site: http://www.youtube.com/watch?v=Xg6bVel82jU

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

PROGRAMA PENSANDO DIREITO SELECIONA PROJETOS

PROGRAMA PENSANDO DIREITO SELECIONA PROJETOS


O Ministério da Justiça e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) lançaram chamada de projetos para o programa Pensando o Direito. As inscrições vão até o dia 13 de março. O apoio financeiro destinado para cada instituição será de até R$ 80 mil.

O objetivo do programa é estabelecer parcerias com instituições públicas ou privadas para o desenvolvimento de pesquisas em dez áreas temáticas consideradas prioritárias pelo Ministério da Justiça, nas quais as instituições selecionadas desenvolverão pesquisas específicas.

As áreas contempladas serão: “Os novos procedimentos penais”, “Avaliação da nova lei de falências”, “Agências reguladoras e a tutela do consumidor”, “Concessão de crédito e a proteção do consumidor”, “O papel da vítima no processo penal”, “Medidas assecuratórias no processo penal”, “Análise das justificativas para a produção de normas penais”, “Estatuto da Criança e do Adolescente: apuração do ato infracional atribuído a adolescente”, “Conferências nacionais, participação social e processo legislativo” e “Juntas comerciais”.

As instituições consideradas elegíveis são faculdades e universidades públicas e privadas, fundações mantenedoras, de apoio e amparo à pesquisa, centros de pesquisa e entidades não-governamentais que comprovadamente atuem ou realizem pesquisas relativas às áreas temáticas propostas.

Para participar da seleção, as instituições deverão apresentar projeto de pesquisa em uma das áreas indicadas e uma equipe de pesquisa, que deverá ser coordenada por profissional com título de doutor em área relacionada com a área temática da candidatura.

Os projetos selecionados deverão ser concluídos até o dia 20 de março de 2010.

Mais informações:
Site: www.mj.gov.br/sal

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: MITOS E PRÁTICAS

1ª REUNIÃO CULTURAL DE 2009
PALESTRA "EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: MITOS E PRÁTICAS"
Data: 14 de fevereiro de 2009
Horário: 9h
Local: Bloco B do Auditório da Universidade Católica de Pernambuco. Recife - PE
Mais informações:
Telefone: (81) 3231-1711

NAVEGAR COM SEGURANÇA


CARTILHA "NAVEGAR COM SEGURANÇA"

A cartilha "Navegar com Segurança" é uma realização da Childhood Brasil e traz dicas importantes para a prevenção do abuso on-line e da pornografia infantil na Internet.

O texto orienta sobre o uso adequado da Internet por crianças e adolescentes, e fornece informações valiosas sobre o funcionamento da rede, como evitar o acesso a conteúdos de pornografia infantil e também os riscos de envolvimento com adultos mal intencionados que se escondem no mundo virtual.

Se você é pai, educador ou empresário, e tem interesse em distribuir exemplares impressos da cartilha Navegar com Segurança, por favor, entre em contato com a Childhood Brasil através do e-mail: wcf@wcf.org.br

A cartilha está disponível no site: http://www.wcf.org.br

DIA DA INTERNET SEGURA


DIA DA INTERNET SEGURA: 10 DE FEVEREIRO DE 2009

No Brasil, haverá uma mobilização denominada "DIA DA INTERNET SEGURA". O movimento acontecerá em mais de 60 países e promove o uso seguro da internet em todos os sentidos, inclusive no que diz respeito da prevenção e enfrentamento do abuso on-line e da pornografia infantil.

Aqui no Brasil a mobilização está sendo liderada pela ONG SaferNet e pelo Ministério Público, grandes aliados da Childhood Brasil pela proteção da infância, mas todas as organizações e atores sociais que possuem ações nesse campo estão convidados a divulgá-las no site: http://www.safernet.org.br/site/sid/o-que-e

Acesse a agenda de eventos no site: https://www.safernet.org.br/site/sid/participe

CARREFOUR BUSCA PROJETOS PARA PATROCINAR

CARREFOUR BUSCA PROJETOS PARA PATROCINAR

O Carrefour lançou o edital "Jovens em Transformação", e receberá até o dia 13 de março deste ano, inscrições de projetos voltados para a preparação e qualificação de jovens, entre 16 e 24 anos, para o mercado do trabalho. Serão escolhidos três projetos que, receberão individualmente um valor máximo de 83.000 euros, proveniente da Fundação Internacional Carrefour, para ser usado no prazo de um ano.

É também necessário que a proposta contemple a geração de renda, de modo a garantir a auto-sustentação financeira do projeto também no médio e longo prazo. Os recursos obtidos com estes programas devem ser convertidos em benefícios e manutenção econômica da própria instituição, bolsa-auxílio ou em ajuda de custos para os jovens e suas famílias.

"Decidimos apoiar esse tipo de projeto, porque acreditamos na capacidade de transformação dos jovens e valorizamos o trabalho das instituições que criam espaços e oportunidades para o crescimento pessoal e profissional desses jovens", declara o diretor do Instituto Carrefour, Antônio Uchoa.

"Entendemos também que as organizações necessitam de ajuda para ampliar e melhorar seus resultados. Mas os projetos precisam contar com suas próprias fontes de recursos para que se mantenham ao longo do tempo e as mudanças sejam efetivas" afirma Uchoa.

Os programas a serem inscritos devem prever um período mínimo comprovado de qualificação de dois anos. Para participar, os jovens devem estar cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental e Médio e ser de uma família de baixa renda e situação de risco social, de acordo com os critérios previamente estabelecidos.

Para a escolha dos trabalhos será formado um "Comitê de Seleção", com participantes indicados pelo Instituto Carrefour, que tenham comprovadamente experiência nas áreas de abrangência do tema e sem nenhum vínculo com as iniciativas inscritas.

Poderão participar entidades sem fins lucrativos como associação, fundação ou cooperativa, que atuem diretamente em uma das cidades ou regiões metropolitanas previamente definidas: Manaus (AM); Fortaleza (CE); Brasília (DF); Vitória (ES); Goiânia (GO); Campo Grande (MS); Belo Horizonte, Contagem, Juiz de Fora, Uberlândia, Uberaba (MG); João Pessoa (PB); Curitiba, Londrina, Pinhais (PR); Recife (PE); Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Canoas, Santa Maria, Gravataí (RS); Natal (RN); Rio de Janeiro, São Gonçalo, Niterói, Alcântara, Santa Cruz, Belford Roxo, Duque de Caixas, Campo Grande(RJ).

As fichas de inscrição poderão ser acessados no site www.carrefour.com.br, no Menu Responsabilidade Social/Jovens em Transformação. O processo será efetuado por meio da análise do material de inscrição que poderá ser enviada, exclusivamente, pelos Correios até o dia 13 de março. Não serão aceitas propostas apresentadas por fax, e-mail ou entregues pessoalmente, ainda que dentro do prazo.

O material deverá ser enviado para: Rua Paul Valery, 255 - Granja Julieta - CEP 04719-050 – São Paulo – SP. A/C "Responsabilidade Social – Jovens em transformação".

EXPOSIÇÃO 20 ANOS DA CONSTITUIÇÃO DE 1988

EXPOSIÇÃO "20 ANOS DA CONSTITUIÇÃO DE 1988 - A VEZ E A VOZ DO POVO"
Data: 16 de dezembro a 16 de maio de 2009 (de terças a sábados)
Horário: das 10h às 18h
Local: Museu Julio de Castilhos (Rua Duque de Caxias, 1205. Centro) Porto Alegre – RS

A Exposição Constituição de 1988 é parte de um programa do Museu da República – Palácio do Catete, do Rio de Janeiro, com financiamento da Fundação Ford.

O Museu Julio participa desse projeto ao lado de outras 4 instituições do país, com o mesmo conceito,nos estados de Alagoas, Pará, Goiás, Museu da Maré- RJ.

A mostra estará dividida em três reflexões: a visão parlamentar, a visão da população, refletida nas cartas manuscritas aos constituintes por pessoas das mais diversas condições (trabalhadores rurais, presidiários, mulheres, crianças, associações de deficientes e outros), artistas plásticos e chargistas, e a visão histórica que aborda os processos constitucionais anteriores ao de 1988.

O acervo foi constituído a partir de pesquisa histórica e museológica da equipe técnica do Museu Julio de Castilhos. É formada por imagens reproduzidas do período, reprodução de cartazes da mobilização popular, as charges de Henfil e Santiago, obras de artistas como Iberê Camargo, Clara Pechanski, Carlos Scliar, Cláudio Tozzi, entre outros. Ainda compõe a mostra, a coleção documental de manuscritos originais de cidadãos que encaminharam propostas às emendas, cedidos ao Arquivo Público do Estado pelo ex-deputado Vicente Bogo.

Maiores informações:
Telefone: (51) 3221-3959
E-mail: museu_juliodecastilhos@cultura.rs.gov.br

PARTICIPANET SUS


PARTICIPANET SUS

Compartilhar, sistematizar e analisar dados e informações constantemente atualizados sobre os Conselhos Municipais de Saúde são o objetivos da página eletrônica do Participanet SUS. O sítio é uma iniciativa do Departamento de Ciências Sociais e do Departamento de Administração e Planejamento em Saúde da ENSP com a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde.

Além disso, tem como objetivo subsidiar a reflexão, a formulação e a proposição de abordagens inovadoras de análise, avaliação e apoio aos Conselhos de Saúde no Brasil.

Site: http://www.ensp.fiocruz.br/participanetsus_novo

PENSANDO O CÉREBRO, DAS IMAGENS ÀS PAISAGENS

MESA REDONDA PENSANDO O CÉREBRO, DAS IMAGENS ÀS PAISAGENS
Data: 9 de fevereiro de 2009
Horário: 18:30
Local: Casa da Ciência (Rua Lauro Muller, 3. Botafogo). Rio de Janeiro - RJ
Mais informações:
Telefone: (21) 2542-7494
Site: http://www.casadaciencia.ufrj.br/Exposicao/paisagens/flyer_debate.html

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

SEMINÁRIO DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO

2º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO
“Interfaces entre o público e o privado para a oferta educacional”
Data: 17 a 19 de fevereiro de 2009
Local: Anfiteatro do Instituto de Biociências da UNESP. Rio Claro - SP
Mais informações:
Telefone: (19) 3526-4278

5º SOU+WEB


5º SOU+WEB
“A união faz a acessibilidade”
Data: 14 de fevereiro de 2009
Horário: 10h às 12h
Local: Rua da Matriz, 49. FACHA. Botafogo. Rio de Janeiro - RJ
Mais informações:

CURSO GESTÃO PARA RESULTADOS EM SAÚDE

CURSO À DISTÂNCIA SOBRE
GESTÃO PARA RESULTADOS EM SAÚDE COM ENFOQUE EM DIREITO SANITÁRIO


O Instituto Interamericano para o Desenvolvimento Econômico e Social (INDES), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em cooperação com o Ministério de Saúde do Brasil, está oferecendo um curso à distância sobre o tema de Gestão para Resultados em Saúde com enfoque em Direito Sanitário.

A proposta do curso é que os participantes adquiram e fortaleçam um conjunto de conceitos e habilidades que contribuam ao desenvolvimento de saberes e práticas tendentes à gestão para resultados em saúde; neste sentido o enfoque em direito sanitário é fundamental por se constituir um campo de saber fundamental para o exercício pleno da cidadania na saúde.

O curso virtual terá duração de 16 semanas, com início em 31 de março e conclusão em 20 de julho de 2009. A demanda de dedicação dos participantes será de aproximadamente 12 a 15 horas semanais no horário que seja mais conveniente para o mesmo. O prazo para inscrição é 20 de março de 2009.

Mais informações:

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

BRASIL É 1º LUGAR EM EFICIÊNCIA NOS GASTOS COM SAÚDE

BRASIL É 1º LUGAR EM EFICIÊNCIA NOS GASTOS COM SAÚDE



O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, comemorou os resultados de uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), divulgada neste mês, que coloca o Brasil em primeiro lugar em eficiência nos gastos com saúde, entre 32 países pesquisados, a maioria deles desenvolvidos. Segundo o estudo, os investimentos em Saúde no Brasil produzem resultados melhores do que nos demais países analisados, integrantes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

"O relatório do IPEA mostra que o Brasil está no caminho certo. Esses dados demonstram que o SUS, as suas principais políticas, as suas principais estratégias e programas, mesmo com o subfinanciamento, consegue dar o retorno para a sociedade brasileira, que justifica plenamente o esforço construído nos 20 anos do SUS", avaliou o ministro.

No ranking dos dez mais eficientes, o Brasil está na frente de Turquia, México, Hungria, Eslováquia, Polônia, Coréia, República Tcheca, Portugal e, em último lugar, os Estados Unidos. Dos 32 analisados, a Islândia recebeu a pior avaliação.

O estudo, intitulado "Brasil e OCDE: avaliação da eficiência em sistemas de saúde", cruzou os investimentos em Saúde de cada país e as melhorias alcançadas em diversas áreas: esperança de vida ao nascer para homens; esperança de vida ao nascer para mulheres; índice de sobrevivência infantil; anos de vida recuperados para doenças transmissíveis; anos de vida recuperados para doenças não-transmissíveis; anos de vida recuperados para causas externas; tamanho da população; e a área geográfica.

"É a prova de que iniciativas como o Saúde da Família, a atenção integral à saúde da mulher e da criança, o Programa Nacional de Imunizações, prevenção e controle da AIDS, o atendimento nas urgências e emergências, a Política Nacional de Planejamento Familiar, entre outros programas, estão no caminho certo", acrescentou Temporão.

O que o estudo também conclui é que o investimento em saúde no Brasil é eficiente em maximizar indicadores. O trabalho usou dados de 2004 para produzir uma simulação de como esses indicadores poderiam melhorar.

A pesquisa indica que, no Brasil, o aumento de 1% no gasto per capita faz com que o número de mortes de crianças até um ano diminua de 22 para 10 em cada 1000. E mais: um incremento de 1% no gasto per capita gera um aumento de 5 anos na esperança de vida do brasileiro. De acordo com Alexandre Marinho, um dos autores da pesquisa do IPEA, "investir em saúde é um bom negócio para o Brasil."

Para o ministro da Saúde, "isso é muito importante para que a gente possa estar permanentemente avaliando de que maneira nós estamos investindo os recursos públicos, se estamos investindo com foco e com qualidade. O estudo do IPEA fortalece a nossa certeza de que estamos no caminho certo."

Os países analisados foram Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Coréia, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Luxemburgo, México, Nova Zelândia, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Suécia, Suíça e Turquia.

Fonte: Ministério da Saúde

SARAU DE INTERPRETAÇÃO

5º SARAU DE INTERPRETAÇÃO
Data: 28 de fevereiro de 2009
Horário: 14:30 às 17h
Local: Centro Universitário Metodista (IPA). Unidade Central.
Rua Cel. Joaquim Pedro Salgado, 80. Auditório da Biblioteca. Porto Alegre - RS
Texto de Leitura: ROSA, Andréa da Silva. TRADUTOR OU PROFESSOR? Reflexão preliminar sobre o papel do intérprete de língua de sinais na inclusão do aluno surdo. Ponto de Vista. Revista de Educação e Processos Inclusivos n. 8, 2006, Florianópolis. Disponível em: http://www.apilms.org/menu/downloads/Ponto_Vista8.pdf
Mais informações:
Site: http://br.geocities.com/agils_07/Agilsss.htm

MUSEUS BRASILEIROS ACESSÍVEIS

SELEÇÃO DE PROJETOS FUTURE FIRST


HSBC SOLIDARIEDADE APOIA PROJETOS PARA CRIANÇAS DE RUA

Instituições interessadas devem se inscrever até o dia 17 de fevereiro



O Instituto HSBC Solidariedade, que representa o pilar social da sustentabilidade do Grupo HSBC no Brasil, tendo como responsabilidade gerir o investimento social, está com inscrições abertas até 17 de fevereiro para Seleção Future First: projetos que ofereçam abrigo e educação formal ou informal a crianças em situação de rua ou moradoras em instituições de abrigamento (casas lares, repúblicas ou albergues).

O Future First é um programa global do grupo HSBC, com duração de 5 anos (2007 a 2012), e investimento total de 10 milhões de dólares, que visa atender um milhão de crianças nesse perfil, beneficiando projetos nos 85 países nos quais o banco está presente e que vivenciam essa realidade. O Instituto HSBC Solidariedade é o coordenador do processo para a América Latina e o responsável pela validação das inscrições dessa região.

Para garantir a alta qualidade dos projetos selecionados, o processo - de rigorosa avaliação - é feita de forma individual e única em todo mundo. Para isso, a primeira etapa acontece na Índia e é finalizada no Reino Unido, matriz do banco. Por tais motivos, o formulário de inscrição deve ser escrito em inglês, impreterivelmente.

O orçamento por projeto é de até 25 mil dólares/ano. O apoio pode acontecer de 01 a 03 anos, dependendo do que a organização solicitar e o Comitê considerar adequado. No entanto, a liberação da 2ª e 3ª parcela/anos estão vinculadas aos resultados do ano anterior.

Serão aceitos projetos sob responsabilidade de organismos não governamentais e comunitários, legalmente constituídos no país, sem fins lucrativos, que atuem no Terceiro Setor. Organismos governamentais podem apresentar projetos por meio de suas fundações e associações.

O regulamento completo e o formulário de inscrição estão disponíveis no site e os projetos devem ser enviados para o e-mail hsbc.solidariedade@hsbc.com.br, assunto "Projeto Seleção Future First 2009", impreterivelmente até as 17h do dia 17/02/09 (horário de Brasília). O resultado da seleção será divulgada no dia 30 de março, no site do Instituto HSBC Solidariedade:
http://www.porummundomaisfeliz.org.br.

De acordo com a UNICEF, é difícil pesquisar o número de crianças em situação de rua, mas estima-se que se aproxime dos 100 milhões em todo o mundo. A iniciativa de incentivo a projetos por parte do Instituto HSBC Solidariedade faz parte da política da organização e do Grupo HSBC no Brasil e no Mundo, que prima pela realização de ações relacionadas aos seus três focos de atuação: Educação, Meio Ambiente e Geração de Renda para Comunidade. Seu objetivo primordial é de contribuir efetivamente para melhorar a formação integral do ser humano, valorizando ações que promovam a ética, a autonomia, o conhecimento, a liderança, a solidariedade e a sustentabilidade. Instituto HSBC Solidariedade: transformando vidas e lugares por um mundo mais feliz.

SEMINÁRIO ESTADUAL FDCA-RS

SEMINÁRIO ESTADUAL FDCA-RS
"Vamos construir, a partir de diferentes olhares, uma análise coletiva da caminhada de 18 anos de história do Estatuto da Criança e do Adolescente e projetar novos passos para 2009"
Data: 19 e 20 de março de 2009
Local: Convento dos Freis Capuchinhos
Rua Paulino Chaves, 291. Santo Antônio do Partenon. Porto Alegre - RS
Mais informações:
Telefone: (51) 32234365 com Irmã Sheila

CONGRESSO DE GESTÃO EDUCACIONAL

VII CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO EDUCACIONAL
A Gestão Focada em Resultados
Data: 25 a 27 de março de 2009
Local: Hotel Maksoud Plaza. São Paulo - SP
E-mail: humus@humus.com.br
Site: www.humus.com.br/geduc

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

EDIÇÃO EM BRAILLE DO LIVRO REVELANDO AUTORES EM BRAILLE


SONHO REALIZADO

SAI EDIÇÃO EM BRAILLE DO LIVRO REVELANDO AUTORES EM BRAILLE



O Projeto Luz & Autor em Braille que integra o Eixo 2 do PNLL - Projetos Sociais de Leitura (http://www.pnll.gov.br/), desenvolvido na Biblioteca Braille Dorina Nowill, em Taguatinga/DF tem uma grande e esperada novidade: a Fundação Dorina Nowil para Cegos, em São Paulo, acaba de enviar à biblioteca três exemplares do livro que tem produções de 83 cegos do DF e minibiografias de 58 escritores brasilienses participantes desse projeto.

Desde 2001, quando foi lançado o livro à tinta em Cuba e em Brasília (no Teatro Nacional), que os usuários da biblioteca sonha com a edição em Braille, para que cada um dos participantes tenha o prazer de ler, com os dedos, a sua produção e a de seus companheiros. Uma edição gravada foi feita, em 2008, pela voluntária Mery. Um painel da inclusão "Revelando Autores em Braille", com o mesmo nome do livro resultante do Projeto Luz & Autor em Braille foi montado na biblioteca.

Mas, nada se iguala à realização de ter o livro, agora, em Braille, para empréstimos. Foi uma espera de oito anos, com várias tentativas junto ao Senado Federal, para ter essa edição especial. Cada exemplar tem 3 partes, pois os livros em Braille são bem volumosos. Textos que falam de Brasília/Brasil, temas sociais, textos que falam sobre natureza, sobre o amor e histórias de vidas são encontrados nessa obra literária, que já teve reconhecimentos relevantes.

Segundo a autora do projeto e organizadora do livro, Dinorá Couto Cançado, voluntária na biblioteca há 13 anos, a alegria serámultiplicada quando conseguirem o apoio/patrocínio para terem uma edição bem maior, a ser feita na própria Fundação Dorina Nowill, de modo que cada autor do livro possa ter o seu livro em mãos. No ano que se comemora o bicentenário de Louis Braille, todos os esforços serão feitos. Vale dizer que uma pesquisa sobre leitura como fator de inclusão social está prestes a ser concluída, envolvendo os deficientes visuais do Distrito Federal.

CURSO DE AUXILIAR DE FARMÁCIA

CÍRCULO OPERÁRIO CAXIENSE OFERECE
CURSO GRATUITO DE AUXILIAR DE FARMÁCIA


O Círculo Operário Caxiense está oferecendo o Curso de Auxiliar de Farmácia gratuitamente.
Data: a partir de 10 de março de 2009 (terças e quintas-feiras)
Horário: 13:30 às 17:30
Local: 2º andar do Edifício do Círculo Operário Caxiense
Rua Visconde de Pelotas, 809. Centro. Caxias do Sul - RS

Para realizar o curso, o candidato deve ter idade mínima de 18 anos e ter concluído o Ensino Médio ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio.

As inscrições podem ser feitas de 13 a 27 de fevereiro de 2009 pelo telefone (54) 2101-0007 ou na Assistência Social do Círculo (Galeria JC: Rua Visconde de Pelotas, 809. Centro. Caxias do Sul - RS).

Deverá ser marcado horário para entrevista. Para efetuar a inscrição, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos: carteira de identidade ou CPF; talão de luz ou água; comprovante de renda de todos os trabalham na casa onde mora; atestado ou histórico de escolaridade (obrigatório) e uma foto 3x4.

EVENTOS SOBRE IMUNOLOGIA

1st SÃO PAULO IMMUNOLOGY GRADUATE COURSE
Data: 16 a 18 de fevereiro de 2009
Local: Depto. de Imunologia do ICB (Av. Prof. Lineu Prestes, 1730). São Paulo - SP

SYMPOSIUM “RESEARCH ADVANCES AND PROGRESS IN IMMUNOLOGY”
Data: 19 de fevereiro de 2009
Local: Anfiteatro de Convenções Camargo Guarnieri
Rua do Anfiteatro, 109. Cidade Universitária, USP. São Paulo - SP

Mais informações:
Telefone: (11) 3091-7390
Site: http://www.icb.usp.br/~imunoicb

"INCLUSÃO PARA A AUTONOMIA"

DEFINIDO O TEMA DA
FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE SÍNDROME DE DOWN


Está definido o tema da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down - FBASD para o Dia internacional da Síndrome de Down que, nesse ano, é ainda mais significativo pelo aniversário de 50 anos da descoberta da trissomia do cromossomo 21, por Jèrôme Lejeune.

"INCLUSÃO PARA A AUTONOMIA", é a frase escolhida e que resume para o que trabalhamos, o que esperamos e o que devemos oferecer aos nossos filhos e filhas e parentes com Síndrome de Down.

Um ano depois da ratificação da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, reafirmamos o direito à Inclusão Social plena de todas as pessoas. Inclusão essa garantida pela lei e que deve ser exercida e cumprida pelos governos e por toda sociedade.

Nosso objetivo é que as pessoas com Síndrome de Down tornem-se cidadãos respeitados, plenamente inseridos e tenham o direito à autonomia que só acontece em um contexto inclusivo, desde antes do nascimento, passando pelo processo escolar em classes comuns da escola regular e chegando aos anos da maturidade com direitos e deveres idênticos a qualquer outra pessoa e como sujeitos de direitos, aptos para fazer suas escolhas e viver a sua vida e quando necessário com o devido apoio

A Convenção será também motivo de comemoração nessa semana do Dia Internacional, pois todos os seus artigos consagram esses direitos pelos quais tanto lutamos e que tanto precisamos para que as pessoas com deficiência intelectual e todas as pessoas com deficiência tenham acesso a uma vida digna, autônoma e independente.

INCLUSÃO PARA A AUTONOMIA, vamos divulgar essa frase, pois ela é a chave para a acessibilidade, para que os familiares confiem em seus filhos e parentes com Síndrome de Down e para que tenhamos ainda mais estímulo para lutar para que as leis sejam cumpridas.


Claudia Grabois - Presidente
Fabio Adiron - 1° Relações Públicas

E-mail: presidentefbasd@gmail.com

TEATRO CASOS DE FAMÍLIA

TEATRO DO OPRIMIDO APRESENTA CASOS DE FAMÍLIA


O Núcleo de Estudos do Teatro do Oprimido de Porto Alegre (Neto) irá apresentar o espetáculo Casos de Família, dentro do projeto As Várias Faces da Opressão. A montagem é resultado da oficina Teatro - Fórum, baseada no método do Teatro do Oprimido, do teatrólogo Augusto Boal. O espetáculo é formado por três esquetes que abordam os temas violência familiar e homofobia. Celso Veluza dirige o elenco formado por Tania Andolhe, Francisco dos Santos, Claudionir Borges, Ivanete Pereira dos Santos, Carmen Suzana Maioli, Ana Paula Dominski, Gustavo Pires Corrêa, Miriane Castilhos Oliveira, Jaqueline Mejolaro, Ana Paula Quodagnin e Angela P. Escosteguy.

Teatro-Fórum é um espetáculo baseado em fatos reais, onde personagens, oprimidos e opressores, entram em conflito, de forma clara e objetiva, na defesa de seus desejos e interesses. No confronto, o oprimido fracassa e o público é convidado (pelo facilitador da encenação) a entrar em cena e substituir o protagonista, em busca de alternativas para a solução do problema. É um jogo artístico e intelectual entre artistas e espectadores.

Casos de Família - Núcleo de Estudos do Teatro do Oprimido (Neto)
Data: 5 de fevereiro de 2009
Horário: 20h
Local: Sala 502 da Usina do Gasômetro
Av. Presidente João Goulart, 551. Centro. Porto Alegre - RS
Entrada franca, com distribuição de senhas a partir das 19:30.

CONFERÊNCIA SOBRE PORTAIS CORPORATIVOS

11º CONFERÊNCIA SOBRE PORTAIS CORPORATIVOS
Data: 24 e 25 de março de 2009
Local: Hotel Pergamon (Rua Frei Caneca, 80). São Paulo - SP
Mais informações:
Telefone: (11) 3017-6888
E-mail: comunicacao@ibcbrasil.com.br
Site: http://www.informagroup.com.br/event/show/id/584#topo

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

“PÁTRIA MADRASTA VIL”

REDAÇÃO DE UMA ESTUDANTE CARIOCA VENCE CONCURSO DA UNESCO


Premiada pela UNESCO, Clarice Zeitel, de 26 anos, estudante que termina Faculdade de Direito da UFRJ em julho, concorreu com outros 50 mil estudantes universitários. Ela acaba de voltar de Paris, onde recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) por uma redação sobre "Como vencer a pobreza e a desigualdade". A redação de Clarice intitulada "Pátria Madrasta Vil" foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da Unesco.



“PÁTRIA MADRASTA VIL”


Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência... Exagero de escassez... Contraditórios?? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.

Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.

O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de contradições.

Há quem diga que 'dos filhos deste solo és mãe gentil.', mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe. Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil está mais para madrasta vil.

A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira'. Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.

E mesmo há 200 anos atrás não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir. Ela me daria um verdadeiro Pacote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade.

Ela sabe que de nada me adianta ter educação pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa. A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade. Uma segue a outra... Sem nenhuma contradição!

É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam hipócritas, mudanças que transformem!

A mudança que nada muda é só mais uma contradição. Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos, mas não ensinam a pescar. E a educação libertadora entra aí. O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito. Não prendeu o que é ser cidadão.

Porém, ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura. As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)... Mas estão elas preparadas para isso?

Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro pra fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos, possa acabar com a obreza e desigualdade no Brasil.

Afinal, de que serve um governo que não administra? De que serve uma mãe que não afaga? E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?

Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um todo. Sem egoísmo. Cada um por todos...

Algumas perguntas, quando auto-indagadas, se tornam elucidativas. Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil? Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil? Ser tratado como cidadão ou excluído? Como gente... Ou como bicho?

LIVRO ACESSÍVEL UNIVERSAL


LIVRO ACESSÍVEL UNIVERSAL
Site: http://www.livroacessivel.org

TECNOLOGIA, GESTÃO DA INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO EM SAÚDE PÚBLICA

SEMINÁRIO SOBRE TECNOLOGIA, GESTÃO DA INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO EM SAÚDE PÚBLICA: COMPARTILHANDO EXPERIÊNCIAS
Data: 4 e 5 de fevereiro de 2009
Local: Brasília - DF
Mais informações:
http://www.ensp.fiocruz.br/informe/anexos/sem_opas.pdf

PROGRAMA DE ESTÁGIO ANDEF

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA SETOR DE SAÚDE 2009

O setor de Recursos Humanos da Andef abriu as inscrições para a seleção de acadêmico bolsista 2009 para os setores de Hidroterapia, Ginásio Geral de Fisioterapia e Ginásio Infantil de Fisioterapia.

Os interessados deverão entrar em contato com o setor de RH da Andef, pelo e-mail: andef.rh@terra.com.br. No assunto do e-mail deve colocar "Processo de Seleção Acadêmico Bolsista 2009", além de enviar em anexo o currículo e telefone para contato.

Mais informações:
Telefone: (21) 3262-0050

REVISTA ECOS


REVISTA ECOS LANÇA EDIÇÃO COMEMORATIVA DE 15 ANOS

Lançamento da 28ª edição da Revista Ecos de Saneamento Ambiental
Data: 4 de fevereiro de 2009
Horário: 15:30
Local: Estação de Bombeamento de Esgotos Ponta da Cadeia
Av. Loureiro da Silva, 200, próximo à Usina do Gasômetro. Centro. Porto Alegre - RS

A Ecos é uma publicação de 40 páginas, com tiragem de cinco mil exemplares. A revista traz reportagens, entrevistas e artigos técnicos sobre saneamento ambiental. A maioria das etapas de elaboração, incluindo edição e produção de matérias, rodagem e distribuição, são realizadas no DMAE.

A distribuição é gratuita para cinco mil assinantes em todo o Brasil e no exterior. Interessados em receber a Ecos devem enviar e-mail para ecos@dmae.prefpoa.com.br, informando nome e endereço completo.

Mais informações:
Site: http://www.dmae.rs.gov.br

DISCRIMINAÇÕES E PROTEÇÃO A ATIVISTAS SÃO EIXOS DE LUTA

DISCRIMINAÇÕES E PROTEÇÃO A ATIVISTAS SÃO EIXOS DE LUTA EM 2009


Em assembléia realizada no último dia do Fórum Social Mundial 2009, em Belém, organizações de defesa dos direitos humanos construíram linhas de ações comuns para o ano. Combate a todas as formas de discriminação e proteção aos defensores de direitos humanos estão no centro da pauta.

Bia Barbosa

BELÉM – Sem dúvida, esta foi uma das atividades mais simbólicas em termos da representação da diversidade característica do Fórum Social Mundial. De um lado, grupos de ativistas indianos, defendendo os direitos dos dalits, a chamada casta intocável. De outro, mulheres do Congo vítimas da guerra que assola o país. Ao centro, organizações da Etiópia criticando governos africanos que violam o direito de associação da sociedade civil. Mais a frente, missionários religiosos brasileiros, daqui do Pará, cujas vidas seguem ameaçadas por defenderem outro modelo de desenvolvimento pra região. Ao centro, franceses, holandeses, costa riquenhos...

Todos os povos e todas as lutas tiveram espaço para se manifestar na Assembléia dos Direitos Humanos, que aconteceu neste domingo (1), último dia do Fórum Social Mundial. Pensada para facilitar e estimular a construção de convergências e ações conjuntas entre as organizações de defesa dos direitos humanos presentes em Belém, a Assembléia dos Direitos Humanos apontou quatro grandes eixos para a mobilização global do setor ao longo de 2009, confirmando que o Fórum é, sim, um espaço para o desenvolvimento de ações concretas rumo a um outro mundo possível.

O primeiro deles é a proteção dos defensores de direitos humanos, que sofrem globalmente uma política de criminalização por parte dos Estados e também das empresas transnacionais. “A cada dia cresce a criminalização dos protestos sociais e de quem está a frente deles. Estamos observando esses casos para levá-los a fóruns internacionais, investigando e denunciando países”, contou Elin Wrzoncki, da Federação Internacional de Direitos Humanos.

“É preciso esclarecer a sociedade sobre as relações de interesses em jogo. Os defensores de direitos humanos são criminalizados na medida em que se colocam contra o modelo de desenvolvimento atual. Temos que criar formas de proteção legal para que possam seguir a luta”, acrescentou Rosa Correa, da Sociedade Paraense de Direitos Humanos.
.
Ainda dentro deste eixo, as organizações pretendem trabalhar o direito à memória e à verdade do período das ditaduras da América Latina, com a abertura de arquivos e a alteração de interpretações equivocadas de leis de anistia, como ocorre no momento no Brasil.

Uma segunda prioridade de lutas será dada ao combate a todas as formas de discriminação: contra os povos indígenas, minorias, praticantes de todas as crenças religiosas, pessoas com deficiência etc. Neste sentido, a organização do Fórum Social Mundial foi criticada por não garantir nenhuma estrutura de apoio e acesso aos espaços para as pessoas com deficiência, tornando-as ainda mais invisíveis no seio do FSM.

Deste eixo de lutas sai o terceiro, que deve se concentrar nas violações de direitos humanos relacionadas às questões de gênero. As mulheres hoje, maioria do planeta, são as principais vítimas da violência em todas as suas formas, tornado necessário, na avaliação dos movimentos, um eixo exclusivo para trabalhar essas questões.

Por fim, 2009 também será um ano de batalhar a implementação e respeito aos direitos humanos econômicos, sociais, culturais e ambientais (Dhesca). Ameaçados de forma ampla e transversal pelo atual modelo de desenvolvimento capitalista, tais direitos vêm sendo cada vez mais violados diante do impacto de decisões irresponsáveis das transnacionais.

“As corporações internacionais e os grandes conglomerados têm violado diversos direitos , agindo sozinhas ou apoiando a ação de Estados. Precisamos fazer uma campanha para cobrar a responsabilidade dessas companhias”, acredita Elin Wrzoncki. Para Salomão Ximenes, da Plataforma Dhesca Brasil, o processo de desenvolvimento atual está tão pouco preocupado com impacto que suas ações terão nos direitos humanos que as violações estão aumentando. “ A questão do modelo energético, por exemplo, perpassa diversos pontos, como as barragens no Rio Madeira e em Belo Monte, a transposição do São Francisco e os canaviais no interior de São Paulo, que têm levado ao trabalho escravo”, explicou.

A Plataforma Dhesca Brasil trabalhará este ano pela ratificação do protocolo alternativo do Pacto de Direitos Econômicos, Sociais Culturais e Ambientais, ainda não assinado pelo Brasil. O protocolo, aprovado pela Assembléia Geral da ONU em 10 de dezembro de 2008 – aniversário de 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos –, permite a apresentação de casos individuais de violação de tais direitos diante do sistema internacional de proteção dos direitos humanos.

”O grande desafio do FSM é agregar diferentes vertentes. Este ano trabalhamos com um formato privilegiado, que amarrou discussões para que fossem elaboradas estratégias específicas por temática”, explicou Rosa Correa. “Com todos os revezes na organização, nossa avaliação é positiva em termos de tirar da invisibilidade os problemas que ocorrem na América Latina. Acredito que o que sai daqui pode contribuir de forma efetiva nas políticas públicas dos países. Este é um dos resultados positivos concretos do Fórum”, concluiu Rosa.

A Assembléia dos Direitos Humanos também apoiou uma moção de solidariedade ao povo Palestino e organizações de diversos países se comprometeram em participar da mobilização global acerca dos ataques de Israel que ocorrerá no dia 30 de março de 2009. O ano está só começando.

Fonte: Agência Carta Maior

ENCONTRO SOBRE CÉLULAS-TRONCO

ENCONTRO INTERNACIONAL INCOR SOBRE CÉLULAS-TRONCO
Data: 11 a 18 de fevereiro de 2009
Local: Centro Brasileiro Britânico (CBB)
Rua Ferreira Araújo, 741. Pinheiros. São Paulo - SP
Mais informações:
Telefone: (11) 2126-7500
E-mail: rsvp.sp@britishcouncil.org.br
Site: http://www.incor.usp.br/sites/webincor/index.php?option=com_content&task=view&id=302&Itemid=0

PROGRAMA BOLSA ATLETA


PROGRAMA BOLSA ATLETA 2009

O Ministério dos Esportes abriu as inscrições para o Programa Bolsa Atleta 2009 até o final do mês de março. O Programa visa garantir uma manutenção pessoal mínima aos atletas de alto rendimento, que não possuem patrocínio, buscando dar condições para que se dediquem ao treinamento esportivo e participação em competições visando o desenvolvimento pleno de sua carreira esportiva. E investir nos esportes olímpicos e paraolímpicos, com o objetivo de formar, manter e renovar periodicamente gerações de atletas com potencial para representar o País nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos.

Mais informações:
Site: http://portal.esporte.gov.br/snear/bolsa_atleta

DISCUTINDO A ACESSIBILIDADE

FSM 2009 - DISCUTINDO A ACESSIBILIDADE
Helder Farias


Debate sobre as leis e a possibilidade de uma inclusão efetiva das pessoas com deficiência foi a pauta no sábado, dia 30 de janeiro de 2009, no campus básico da UFPA.

O acesso a uma educação de qualidade por parte das pessoas com deficiência foi debatido no último sábado, dia 30, durante a discussão do tema: Acessibilidade: Uma ponte para a educação verdadeiramente inclusiva.

Os trabalhos foram iniciados pela professora Marilena Guimarães, que mostrou algumas leis de âmbito federal, estadual e municipal, a respeito da inserção ao convívio escolar e a sociedade de um modo geral.

Ela disse que é de fundamental importância que as pessoas conheçam as leis que escabelem os direitos de pessoas com necessidades educaionais especiais e que as escolas tem que considerar que a diversidade e as diferenças, precisam ser vista de forma positiva. Tratados internacionais como a declaração de direitos humanos e a Constituição Federal, foram mencionados pela professora, mostrando que o estado cria leis, mas ressaltando que não são cumpridas devidamente.

Logo em seguida falou o professor Ademilson Souza, representante da SEDUC, Secretaria de Educação do Estado do Pará, que abordou a questão da acessibilidade sob o ponto de vista político. Ele enfatizou que a “política democrática é fundamental para as ações de acessibilidade, que é direito de todos”. O professor disse que a SEDUC está em ação para que no âmbito dos transportes, escolas e nas vias da cidade, a pessoa com deficiência tenha condições de se locomover e exercer sua cidadania.

O jornalista Francisco Weyl seguiu a apresentação e, em seu breve discurso, enfocou a acessibilidade dos mais pobres aos bens de consumo, aos meios de comunicação e a democratização do conhecimento. Sobre a transversalidade das políticas de inclusão, Weyl levantou uma questão que contou com o apoio dos que estavam presentes: “Muitos pensam que apenas a questão da locomoção é importante”, disse, “mas as pessoas com deficiência precisam de moradia digna, emprego e outras condições básicas inerentes a todos os cidadãos”.

Por último tomou a palavra a deputada estadual e advogada Regina Barata, encerrando o debate. Ela aproveitou a oportunidade para falar sobre sua luta em prol dos cidadãos com deficiência, sendo ela própria deficiente desde os 20 anos de idade, e as histórias que viveu. Contou, por exemplo, como uma participante da platéia fabricou sua própria prótese com madeira tirada da região de Paragominas no interior do estado. A deputada disse em seu discurso que a “acessibilidade não é só problema de Belém mas sim, um problema global”. Na seqüência, foi aberto espaço para as perguntas do público presente ao debate.

Fonte: Agência Inclusive

VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

CTEEP ABRE VAGA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA


A Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP), maior empresa privada de transmissão de energia elétrica do País, oferece aproximadamente 60 vagas para pessoas com deficiência na área administrativa na Capital e Interior de São Paulo.

Os profissionais devem ter ensino fundamental completo ou ensino médio e superior em curso ou completos. A remuneração varia conforme a escolaridade.

A empresa oferece vale-transporte, vale-refeição, assistência-médica e odontológica, cesta básica e participação nos lucros e resultados (PLR), além de treinamento e capacitação.

As vagas são para a Capital, Bauru, Taubaté, Cabreúva, Jupiá, Santa Bárbara D’Oeste, Mococa, Mogi das Cruzes, Cubatão, Assis, Itapetininga, Votuporanga e Presidente Prudente.

As inscrições estão abertas. Interessados devem enviar currículo para o e-mail: diversidade@cteep.com.br

Mais informações:
Telefone: 0800 7251725

CONFERÊNCIA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL

DECRETO PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DISCIPLINA A REALIZAÇÃO DO ENCONTRO
II CONFERÊNCIA ESTADUAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL (II COEPIR)


O governador Teotonio Vilela Filho convocou, nesta quarta-feira, por meio do Diário Oficial do Estado, a II Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial (II COEPIR), a ser realizada no dia 21 de maio de 2009, sob a coordenação da Secretaria da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos.

O encontro tem o objetivo de estabelecer diretrizes para a elaboração do Plano Estadual e avaliar a implementação do Plano Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, incluindo princípios e diretrizes aprovados na I Conferência Estadual e Nacional de Promoção, que aconteceu em Alagoas em fevereiro de 2005.

De acordo com o texto do decreto, a Conferência adotará as temáticas da análise da realidade brasileira a partir da Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial, além da análise dos impactos das políticas de igualdade racial implementadas no Estado e municípios alagoanos.

O tema central da II Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial será: "Avanços e Desafios Étnico-Social". Durante o evento, também serão discutidos alguns assuntos prioritários da Segurança Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial: Quilombos, Educação, Trabalho e Renda, Segurança Pública e Saúde. O compartilhamento da Agência Nacional com Plano de Ação de Durban e a discussão a respeito do poder de decisão sobre participação e controle social também estão na pauta.

A comissão organizadora da Conferência deverá ser coordenada pela Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos (SEMCDH) e será formada ainda por representantes a serem indicados por cada um dos seguintes órgãos: Gabinete Civil, secretarias de Estado da Educação e do Esporte; do Trabalho, Emprego e Renda; da Saúde; da Cultura; da Assistência e do Desenvolvimento Social e da Defesa Social; Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral) e, ainda, pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Para completar a comissão, a Secretaria da Mulher deverá ainda convidar representantes dos segmentos e de movimentos negros de Alagoas para participar do processo. Como coordenadora, a secretaria deverá também expedir o regimento do encontro, direcionar o processo democrático de escolha dos delegados, além das demais deliberações inerentes à sua função.

Segundo representantes do órgão, o evento é voltado ao público afrodescendente, praticantes de religiões de matriz africana, indígenas, quilombolas, ciganos, judeus, palestinos, juventude negra, gestores públicos, parlamentares, além de outros agentes de organizações da sociedade civil vinculadas ao tema.

Conferências Regionais - Antes de acontecer a Conferência com representantes de todo o Estado, já estão marcadas conferências regionais com o objetivo de avançar na discussão de problemáticas locais antecipadamente. Para facilitar a discussão, Alagoas foi dividido em quatro grandes regiões, todas com uma cidade-sede, onde acontecerá a reunião no dia pré-determinado.

A primeira cidade onde vai acontecer a Conferência Regional é Delmiro Gouveia, que vai abrigar representantes de mais 27 municípios circunvizinhos no dia 16 de abril. Em seguida, a discussão acontecerá em União dos Palmares, que receberá representantes de 29 municípios em 23 de abril. Logo após, Arapiraca e mais 32 municípios poderão discutir sua pauta no dia 30 de abril; e finalmente, no dia 7 de maio, Maceió receberá mais 10 municípios para realização da Conferência Regional.

Todos os municípios do Estado irão participar, levar suas propostas para a Conferência Estadual e, finalmente, para a Conferência Nacional, que acontecerá de 25 a 28 de junho de 2009, em Brasília (DF). Lá, será montado o Plano Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

Para que a comissão de organização do encontro fique completa, a Secretaria da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos convoca a sociedade civil organizada que tenha participação ativa acerca deste tema, e os representantes das secretarias que compõem a comissão, para participarem de uma reunião no dia 9 de fevereiro de 2009, às 14h, no auditório da Secretaria de Estado do Planejamento e do Orçamento (Seplan), para que se faça a eleição dos representantes da sociedade civil que farão parte da comissão organizadora estadual.


Mais informações
Telefone: (82) 3315-1792
E-mail: conferencia.coepir.alagoas@hotmail.com

FÓRUM ALAGOAS INCLUSIVA

1ª REUNIÃO PLENÁRIA DO FÓRUM ALAGOAS INCLUSIVA 2009
Planejamento das atividades de 2009 do Fórum Alagoas Inclusiva
Data: 12 de fevereiro de 2009
Horário: 9h
Local: Sede do Ministério Público do Trabalho em Alagoas
Procuradoria Regional do Trabalho da 19ª Região/AL
Rua Prof. Lourenço Peixoto, Lot. Stella Maris, Qd. 36, 90. Jatiúca. Maceió - AL
Mais informações:
Telefone: (82) 2123-7900

domingo, 1 de fevereiro de 2009

SIMPÓSIO DE OFTALMOLOGIA ESPORTIVA


I SIMPÓSIO DE OFTALMOLOGIA ESPORTIVA
Data: 19 a 21 de março de 2009
Local: Teatro Marcos Lindemberg
Rua Botucatu, 862. Edifícios dos Anfiteatros. UNIFESP. São Paulo - SP
Mais informações:
Telefone: (11) 5085-2087

TODA FORMA DE INCLUSÃO DEVE SER LEVADA A SÉRIO

FÓRUM SOCIAL MUNDIAL 2009
TODA FORMA DE INCLUSÃO DEVE SER LEVADA A SÉRIO
Rosivaldo Almeida


O tema acessibilidade é uma alavanca para protestos e discussões na 9° edição do Fórum Social Mundial, que acontece em Belém. No último dia 30 uma mesa de diálogo, realizada na Universidade Federal do Pará, por iniciativa da empresa ACESSIBILIDADE BRASIL, que é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sem fins lucrativos) - levou um grupo de pessoas a refletir sobre os problemas enfrentados por pessoas com deficiência no que concerne a utilização de sites que não atendem a necessidades especiais dos usuários, segundo o conceito de desenho universal e acessibilidade previsto no W3C - Consórcio para WEB - e WAI - Iniciativa para acessibilidade na Rede.

O evento começou com o professor Guilherme Lira - Presidente da Acessibilidade Brasil, sob o tema Acessibilidade no governo eletrônico, e teve como principais objetivos: A garantia (ao longo da vida de todas as pessoas) dos direitos econômicos, sociais, humanos, culturais e ambientais, especialmente os direitos à alimentação (com garantia de segurança e soberania alimentar), à saúde, à educação, à habitação, ao emprego, ao trabalho digno e comunicação.

O professor destacou que a expresão “acessibilidade” precisa ser levada a sério e discutida cada vez mais nas esferas públicas, e que as organizações precisam se mobilizar para que projetos saiam do papel e passem a ser discutidos em casa, nas escolas, hospitais e supermercados para a consolidação de um novo mundo possível.O local foi completamente ocupado por jornalistas, estudantes, curiosos e das próprias pessoas com deficiência em busca de conhecimento, debates, descobertas e desenvolvimento de projetos que privilegiem a inserção social e econômica.

Um dos assuntos de pauta do debate foi a falta de participação da população de Belém no Fórum Social. Segundo pesquisas realizadas, 60% da população não sabe o que ele representa, tornando difícil a concretização de um outro mundo possível, como é proposto no tema do Fórum, uma vez que a comunidade não está por dentro dos debates na área de inclusão e acessibilidade; Muitas pessoas nem sabem de seus direitos, e acabam “sufocando” deficiências genéticas, ocasionando, no futuro, traumas e complexos irreversíveis.

Alexandre da Silva Diniz, da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Pará relatou um fato curioso. Certa vez ele e uma equipe atravessaram a Baía do Guajará, bem em frente a Belém, para visitar os ribeirinhos e ministrar palestras de inclusão digital, e surpreenderam-se ao perceber que eles não tinham o menor conhecimento do que era um computador e suas ferramentas, então, os palestrantes tiveram que reavaliar o motivo de suas visitas e explicar passo-a-passo os procedimentos da Era Digital, além de propor palestras de conscientização às famílias com pessoas com deficiência que não têm noção de tratamentos psicológicos e procedimentos adequados.

“A situação dos ribeirinhos me comoveu. Além da falta de conhecimento por objetos modernos, muitas vezes banais, para quem vive nos grandes centros urbanos, o que me chamou a atenção foi perceber que as pessoas com deficiência não saem de casa , por terem vergonha, por isso é importante que o Fórum seja discutido na Amazônia, mas é preciso que a população participe, interaja, cobre seus direitos e lute por melhorias.

Os depoimentos fluíram de forma intensa. Vários os casos de exclusão foram descritos ali, em uma sala com capacidade para 90 pessoas. A expressão dos participantes era de espanto. Fabiano da Silva Moraes, 18 anos, participa pela primeira vez do Fórum e se mostrou indignado pela falta de políticas públicas na área de inclusão social, e ressaltou: “Falta investimento do Governo na formação constante de profissionais capacitados para a criação de sites acessíveis, mas não se pode esquecer que inclusão e acessibilidade vai muito mais do que desenvolver projetos e programas para pessoas com deficiência, também é levar informação aos ribeirinhos que estão aqui, a 15 minutos de Belém”.

Seguindo esse gancho houve disputa para o próximo a falar. Todos queriam contribuir com suas experiências e propostas, porém uma fala destacou-se e fez com que todos concordassem, em silêncio, foi André Barros,que tem de Sindrome de Down, atleta paraense (o único a atravessar a Baía do Guajará à nado), e também assessor parlamentar, proferindo as seguintes palavras: “O deficiente não é inútil e a família tem que participar junto, contribuindo para a melhoria de um outro mundo possível. Se você sofre preconceito, lute, não aceite, prove ao mundo a sua capacidade e ilumine o ambiente”.

Um assunto polêmico gerou discussões próximo de encerrar o tempo da mesa de diálogo: O Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social - BPC - (destinado ao idoso ou pessoa com deficiência, que não tenham condições de prover a própria manutenção ou tê-la provida por sua própria família). Segundo Elisa Senna, Psicóloga da Fundação Alvares de Azevedo, esse benefício faz com que algumas pessoas, o tempo todo, se esconda atrás de sua deficiência, nao desenvolvendo habilidades e tarefas possíveis. “O BPC deixa atrás um potencial humano. A pessoa abre mão de uma carreira pelo benefício, que muitas vezes, sustenta a família.

A partir disso, surgiu um acordo e propostas de melhorias para esta triste realidade:
1 - É preciso investir na auto-estima desse segmento;
2 - Mostrar é possível atingir melhorias que não seja, simplesmente, um salário;
3 - Conscientizá-los de que o benefício é estagnador, e é possível ir além.
4 - Investir na capacitação deles, uma vez que, alguns, sempre indicam um parente, mas nunca eles mesmos.

A palavra final foi do Professor Guilherme Lira que encerrou o debate enfatizando: "Lutar pelos direitos de inclusão e acessibilidade é um desafio constante, mas temos que nos mobilizar, pressionar. Toda e qualquer forma de inclusão deve ser levada a sério, não há outra forma de mudança".

Fonte: Agência Inclusive

SIMPÓSIO SOBRE CAUSAS DA ESQUIZOFRENIA

6º SIMPÓSIO PELA BUSCA DAS CAUSAS DA ESQUIZOFRENIA
Data: 3 a 6 de fevereiro de 2009
Local: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. São Paulo - SP
Mais informações:
Telefone: (11) 3069-7801
E-mail: imprensa.ipq@hcnet.usp.br

ÚLTIMAS ASSEMBLÉIAS DO FSM


ASSEMBLÉIAS DO ÚLTIMO DIA DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL 2009

Data: 1° de fevereiro de 2009
Horário: 9h às 12h
Local: Território da UFRA. Belém - PA

Juntos por Justiça Climática em Copenhagen - Tenda Multiuso 2
Assembléia de direitos humanos - Tenda Direitos Humanos
Assembléia dos Direitos Coletivos dos Povos - Tenda dos Povos sem Estado
Assembléia "Crise Civilizatória, Bem Viver e Direitos Coletivos" - Tenda Indígena
Assembléia Geral contra a guerra, bases militares, militarismo e armas nucleares - Tenda Multiuso 1
Assembléia Pan-Amazônica - Tenda Pan Amazônia
Diante da crise desenvolver o Fórum Social como um processo permanente a partir das propostas - Salão Verde
Assembléia Ciêncas e Democracia - Auditório da Prefeitura
Assembléia de Negras e Negros no FSM 2009 - Tenda Afro-negritude
Assembléia de Mulheres - Tenda Multiuso 4
Por um mundo sem dívida: Auditoria e Reparações Já! -Tenda Multiuso 3
Rede de intercomunicação e de boas experiências - Predio Central - Sala de Desenho
Globalizar a declaração das Nacões Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígena - Prédio Central - Anfiteatro
Assembléia mundial da rede internacional unidas de direitos humanos - Tenda Reforma Urbana
Luta contra a corrupção e a impunidade - Predio Central - COO2
Justiça para a Amazônia - Tenda dos Povos da Floresta



Data: 1° de fevereiro de 2009
Horário: 9h às 12h
Local: Território da UFPA. Belém - PA

Fórum Mundial da Eduação - Tenda Cuba 50 anos
Alternativas aos politicas migratorias securitárias - Auditório do CAPACIT
Uma resposta global contre a crise financeira - Auditório do ICJ
Cultura e educação transformadora - Tribunal do Juri
Alternativas para proteção dos ecossistemas Amazônicos - Auditório de Reitoria
O trabalho na crise global - Tenda Mundo do Trabalho



ASSEMBLÉIA DAS ASSEMBLÉIAS
Data: 1° de fevereiro de 2009
Horário: 14:30
Local: Palco principal da UFRA. Belém - PA
Mais informações:
Telefone: (91) 3230-2326
E-mail: info@fsm2009amazonia.org.br